Guia – 1. Apresentação

O meio de transporte mais utilizado em São Paulo é o modo a pé. É o modo mais fundamental e o pivô da mobilidade urbana: quase todos os deslocamentos na cidade têm pelo menos um componente a pé.

A caminhada faz bem para a saúde pessoal e também para a saúde da cidade: é um modo de deslocamento ativo, sustentável, barato e não poluente.

Por isso mesmo a legislação federal e municipal estabelece prioridade dos modos de transportes ativos sobre os motorizados. E no entanto o modo a pé não recebe investimentos compatíveis com a sua importância, sendo pouco reconhecido formalmente pelos órgãos públicos municipais como um meio de transporte de fato. As condições do deslocamento a pé na cidade de São Paulo são ruins, desconfortáveis e extremamente inseguras – todos os anos morrem mais de 450 pessoas atropeladas, sem contar o número de lesões nas ruas e calçadas.

Só poderemos reverter esse quadro quando mais pessoas defenderem políticas públicas efetivas de priorização e proteção do deslocamento a pé. Para isso, a informação é uma ferramenta poderosa.

Aqui, explicamos os principais conceitos sobre mobilidade a pé e sugerimos formas de agir. O material é direcionado à atuação em São Paulo, mas pode ser adaptado para qualquer outra cidade brasileira.

O Guia de Defesa da Mobilidade a Pé integra o projeto “Fortalecimento da Participação Social”, da Cidadeapé, apoiado pelo Fundo Socioambiental CASA no âmbito do projeto Mobilidade a Pé e Mudança do Clima. Vamos caminhar juntos para mudar o panorama da mobilidade em São Paulo!

< Índice > 2. Por que defender a mobilidade a pé?

Faça o download do Guia completo em PDF.

Logos - Mobilidade a Pe