2015: o ano da mobilidade a pé

O ano em que a mobilidade a pé entrou para valer na pauta. E a palavra caminhabilidade, do inglês walkability, para o nosso vocabulário comum.

Diversas organizações da sociedade civil ligadas à mobilidade ativa, especialmente a pé, participaram dessa valorização de quem anda pela cidade, defendendo seus direitos e promovendo os prazeres e benefícios da caminhada: SampaPé, Corrida Amiga, Pé de Igualdade, Mobilize, Desbravadores de Sampa, Cidade Ativa e a CT Mobilidade a Pé e Acessibilidade da ANTP.

A Cidadeapé nasceu em março, para reforçar o bloco dos caminhantes, buscando representatividade para todos os que usam seus pés ou cadeiras para se locomover. E também ação política na sociedade e junto aos gestores públicos.

A Cidadeapé é uma organização de voluntários que têm trabalhado com dedicação há  9 meses na defesa do direito de caminhar e da qualidade da caminhada. Agradecemos todos os que se juntaram a nós, que acreditam na mobilidade a pé como meio de transporte e que estão nos ajudando a concretizar o sonho de uma cidade mais caminhável.

Desejamos um 2016 caminhável para todos!

Retrospectiva 2015

Março:  Lançamento da Associação pela Mobilidade a Pé em São Paulo

Abril: 1ª Reunião Geral; Discussão sobre o Plano de Mobilidade de São Paulo na Sala Temática de Mobilidade a Pé; Contribuição na redação de propostas para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 referentes à mobilidade a pé

Maio: Trabalho coletivo de sistematização dos objetivos e metas da Associação; Os seis objetivos da Mobilidade a Pé

Junho: Carta de apoio às ciclovias

Julho: Ganhamos um nome e um logo! Agora somos a Cidadeapé; Manifesto de apoio à redução da velocidade nas marginais

Agosto: Comemoração do Dia do Pedestre:  Namore sua Cidade; 10 Mandamentos da Mobilidade a Pé; Sugestões para a licitação do transporte público coletivo; Contagem de pedestres na Av. Vital Brasil; Numa semana marcada pelas mortes trágicas de um idoso e uma criança, Cidadeapé publica carta aberta por uma cidade mais humana; Convite ao prefeito para ir a pé de casa para o trabalho no dia Mundial sem Carro, junto com SampaPé, Mobilize e Pé de Igualdade

Setembro: Caminhada com o secretário de Transportes, junto com Sampapé; Desafio Intermodal – com a participação de integrantes da Cidadeapé como competidores e como acompanhantes; Dia Mundial Sem Carro:  Desafio das Travessias; Prefeito faz o percurso de casa ao trabalho a pé no Dia Mundial sem Carro, após convite de entidades ligadas à mobilidade a pé

Outubro: Relatório do Desafio da Travessia:  o tempo de travessia é curto, o tempo de espera é longo; Instalação da Câmara Temática de Mobilidade a Pé no CMTT, graças a pressão das entidades ligadas à mobilidade a pé; Participação no Encontro Estadual dos Arquitetos; Apresentação sobre vítimas do trânsito na 15ª Reunião CMTT

Novembro: Treinamento de mídia; Apresentação sobre Ativismo Político no Seminário Cidades a Pé

Dezembro: Consultoria para o PAC Mobilidade Ativa; contribuições para o capítulo de mobilidade a pé do PlanMob e participação na reunião de apresentação do plano.

Caminhabilidade

3 comentários sobre “2015: o ano da mobilidade a pé

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s